Mas da moldura não sou eu quem lhe sorri

Pode notar no meu perfil no Last.fm: do pouco que tenho ouvido de música, muito se resume ao que considero o melhor disco do Roberto Carlos: Detalhes, de 1971. “Considero” é pretensão absoluta; conheço dois ou três discos do perneta e ignoro qualquer coisa que ele tenha gravado de 90 pra cá. Mas dos discos que ouvi esse foi o único que me fez considerar com algum tipo de respeito a alcunha de Rei. Explico:

– É desse disco a primeira gravação de “De tanto amor“, minha atual canção preferida do Rei. Triste e bonita:- Duas músicas desse disco são hits absolutos do rei: Detalhes e Debaixo dos Caracóis dos Seus Cabelos. Mas destaco ainda uma outra: Traumas, onde o Robertão canta as angústias da vida adulta de forma sublime:

– E a capa. Melhor capa:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: