Arquivo mensal: maio 2005

te axei nos friends da britney

___________7777777______________7777777___________
__________777777777____________777777777__________
__________777777777____________777777777__________
__________777777777____________777777777__________
___________7777777______________7777777___________
____________77777________________77777____________
__________________________________________________
_______________________7777_______________________
_______________________7777_______________________
_______________________7777_______________________
_______________________7777_______________________
__________________________________________________
______77_________________________________77_______
________77_____________________________77_________
_________7777_______________________7777__________
____________77777_______________77777_____________
_______________7777777777777777777________________
__________________7777777777777___________________

Oieeee!

Piores recados do orkut:

Oieee…adorei sua community…….hahaha…Bjuxxxx

oi!! tudo bom?

oiee td bem? lembra de mim?

posso add vc moço ?? xD

AEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!

To passando pra dizer um..OI!.Bjks

Então tá.

Anúncios

Fast, easy and free?

Parece bom esse Blogsome.

Dá pra separar posts por categoria, definir palavra-chave pra busca, inserir links sem htmlizar a coisa toda, tem os RSS da vida e templates legais. Mas SERÁ?

Gastei dois minuto e já criei uma filial do Assertivo.

Depois eu quero ver se tem esquema de migrar o arquivo daqui pra lá. Por enquanto deixa lá até a preguiça criar coragem.

Avenida Dropsie

SENSACIONAL, heim?

(Comentário de quem mal conhece a obra de Will Eisner – ok, pretendo me redimir já nas férias da faculdade, lendo algo do Eisner – e que entende tanto de teatro quanto essa barra de rolagem do blog.)

Resenhas culinárias

É deveras complicado de se fazer um torta de morango, confesso. Inclui o que menos me agrada na culinária: perca de tempo. Tens aqui um ansioso da porra. E a maioria das receitas de tal doce pede gelatina e 4 horas (!!) de geladeira. Além, é claro, do tempo de forno. UM SACO.

Mas há uma receita alternativa também sensacional. Na verdade – ok, me entrego – essa receita não existia. Mas exatamente por causa da complicação das receitas de torta de morango, que criamos, eu e namorada, mesclando a clássica massa podre com um creme utilizado normalmente em tortas de banana, um similar simples e barato. Receita DAS BOA, anotaí:

TORTA DE MORANGO

MASSA
– 2 xícaras de farinha
– 1 pitada de sal
– 1 colher de açucar
– 4 colheres de água gelada
– 150 gramas de manteiga
– 1 colher de sobremesa de fermento

Simples de tudo. Numa vasilha média, mistura a bagaça toda. Com a mão mesmo; sem frescura. Pode acontecer do troço começar grudar na sua mão e não soltar. Tranquilo, taca mais farinha que resolve. Se desgrudar, ótimo. Separa e deixa descansar por 15 minutos. Forno médio por 15, 20 minutos, numa forma untada e enfarinhada, só pra deixar a massa morena. Agora vai fazer o creme, mané.

CREME
– 1 lata de leite condensado
– 1 lata de leite
– 1 colher de maisena
– 2 gemas

– 1 caixa de morangos

Também só misturar tudo numa panela pequena. Nessa parte só tem um porém. A maisena você tem que disolver no leite pra não empelotar e virar merda. De resto é só mexer até virar, obviamente, um creme, ou pasta, como preferir.

Maravilha, agora é só espalhar o creme na massa, que solta fácil fácil da forma, e distribuir os morangos cortados. Polvilha um pouco de açucar por cima e pronto. Tá feito o pecado.

Declínio

Amou a mesma mulher a vida toda. Teve o mesmo carro, fez compras no mesmo supermercado. Releu várias vezes o mesmo livro. Transou sempre com a mesma puta. Ia sempre ao mesmo motel, tanto com a puta quanto com a pobre esposa. Nunca trocou de assinatura. Sequer modificou um fio no corte de cabelo escolhido pela mãe. Pescava sempre as mesmas tilápias. Foi sempre um escriturário padrão. Pontualidade controlada por um relógio que ganhara do pai muito tempo atrás. Quando o pulso alargou, trocou a pulseira.

Enterrou pai e mãe no mesmo cemitério. Teve dois filhos, um com a puta e outro com Cleide, a pobre esposa. Ao mais velho, filho da prostituta, deu o nome de Fábio. Ao mais novo também.

O supermercado faliu, o carro deu perda total na mão de Cleide. Começou ficar careca. Foi demitido. Perdeu o gostou pela pescaria. Ignorava a puta.

Sua vida estava sim uma merda.

Suicidou-se no dia em que roubaram seu relógio.

Da série…

…posts sem sentido nenhum para quase todo mundo.

COVARDIA: Tens aqui teu sócio.

Férias na faculdade


O castelo animado e SinCity: A cidade do pecado

Das estréias de junho/julho no cinema perto do trabalho, as que me estimulam a não voltar pra casa, depois de 7 horas trabalhando:

Batman Begins – A volta de Christopher Nolan.
Querido Frankie – Tiro no escuro: filme de estréia da diretora Shona Auerbach.
Sr. e Sra. Smith – Porcarias necessárias.
O Castelo Animado – Do mesmo diretor de A Viagem de Chihiro.
A Guerra dos Mundos – Tá em forma, Spielberg?
Sin City: A Cidade do Pecado – Porra, só em 27 de julho?!

Esqueci alguma? Ignorei alguma promessa? Façavor.

Farra

Achei dias desses uma fitinha k7 das antigas na qual minha mãe e coruja de plantão, gravou o 1º programa apresentado por este humilde blogueiro na Rádio Torre FM, emissora comunitária na região do Butantã, zona oeste de São Paulo, onde eu morava na época.

Continuei no comando do programa, depois divindo-o com, vejam vocês, minha mãe (!!) durante dois anos entre 1996 e 1998. Entendam, eu tinha 12 anos. E a brincadeira me rendia até algumas fãs na EE Dr. Alberto Torres. Oras, o que mais poderia querer?!

Mas voltando a fita, o meu estilo de apresentar era totalmente nonsense e inesperado. Já no primeiro programa, voltando de um bloco, eu solto a seguinte pérola:

– Você aí do lado da sua namorada, olha pra ela e diz: vamos dançar?

– Daremos três músicas de tempo para você chamá-la para dançar e começar a… FAZER A FARRA COM ELA.

Sensacional.

FARRA.WAV – 824 Kb – Clique com botão direito > salvar destino como.